Skip to content

Baleias-piloto

O Ministério de Assuntos Exteriores e as Embaixadas da Dinamarca têm recebido correspondência que expressa sentimentos causados pelas imagens que circulam na Internet e que retratam cenas de caça a baleias-piloto nas Ilhas Faroé e que, normalmente, vêm acompanhadas de comentários difamatórios.

Antes de se fazer qualquer julgamento sobre a caça a baleias em geral, ou, em particular, sobre a pesca de baleias-piloto nas Ilhas Faroé, é necessário complementar uma possível primeira impressão negativa sobre a questão, além de informações imprecisas, com considerações baseadas em factos reais sobre o assunto, assim como diversas questões de princípio, tais como:

Factos sobre a caça a baleias-piloto podem ser obtidos na página www.whaling.fo. Incluem o seguinte:

  • A finalidade da caça é para produção de alimentos,
  • A caça é regulamentada pelas autoridades,
  • A caça é biologicamente sustentável,
  • As autoridades levam a sério o aspecto do bem-estar animal da caça.

Pode ser útil, também, ver esta forma de alimentação num contexto mais amplo, incluindo várias questões:

  • Questões relacionadas com o bem-estar dos animais: como se compara esta caça a baleias, e outras caças de grandes mamíferos no seu habitat natural, com o tratamento de animais criados em quintas durante os seus ciclos de vida e de animais tidos como pragas?
  • Ética de produção alimentar: a refeição à base de carne de baleia-piloto representa maior ou menor grau de dor/sofrimento causado pelo homem comparativamente aos pratos que normalmente comemos na nossa própria cultura?
  • Factores geográficos e nutricionais: disponibilidade de fontes alternativas de alimentos, em particular em ilhas e em áreas costeiras remotas, sobretudo nas zonas árcticas e subárcticas do mundo;
  • Diversidade cultural e tolerância/intolerância a pessoas com diferentes preferências alimentares e/ou diferentes atitudes com relação a diferentes animais;
  • Senso de proporção: quão importante é este assunto comparado a outras preocupações ambientais ou de bem-estar animal face ao mundo contemporâneo?

Actualmente, a sociedade faroense está a debater sobre a eventual paralisação da caça tendo em conta advertências médicas em relação à alimentação de carne e gordura de baleia, devido à contaminação química. Baleias com dentição, como as baleias-piloto, estão no alto da cadeia alimentar marítima, e estão, portanto, mais propensas que a maioria dos outros organismos marinhos a acumular substâncias tóxicas do oceano. A energia utilizada nos protestos contra a caça nas Ilhas Faroé seria mais sensata se direccionada ao aumento da poluição nos oceanos que ameaça a vida de todos.

As Ilhas Faroé têm autonomia no Reino da Dinamarca. As Ilhas não estão incluídas na adesão da Dinamarca à União Europeia. Assuntos relacionados com a indústria, a agricultura, o meio ambiente, a pesca e a caça de baleias estão sujeitos à autonomia das Ilhas Faroé.

Caso queira dirigir-se às autoridades das Ilhas Faroé a respeito da caça a baleias-piloto, o endereço de e-mail do Departamento de Assuntos Exteriores do Governo das Ilhas Faroé é mfa@mfa.fo; O endereço de e-mail do Departamento de Pesca e Assuntos Marítimos é fisk@fisk.fo

Embassy of Denmark

Rua Castilho 14.C.3
1279-077 Lisboa
Phone:     (+351) 21 351 2960

Fax:        (+351) 21 355 4615
E-mail:     lisamb@um.dk